Como fazer uma loja virtual vender?

Por Caleb Buffleben (Consultor Digital)

Não é novidade nenhuma que as lojas virtuais estão tomando o espaço das lojas físicas. Empresas que antes dominavam o mercado, hoje, estão a mercê de um formato, que a um tempo atrás era totalmente desconhecido.

Baixos custos, grande alcance, são alguns dos motivos desses empreendimentos terem uma vantagem tão grande com relação aos seus concorrentes.

A solução poderia ser naturalmente, as lojas físicas, que na sua maioria já utiliza a internet para fortalecer a sua marca, passar a vender através desse meio, de forma complementar. Mas será que isso funciona de fato? Lojas físicas quando passam a vender pela internet, aumentam muito seus lucros?

Bom, eu preciso ser sincero. Já trabalhei com E-commerces que nunca tinham vendido sequer um produto. Simplesmente contrataram a empresa para criar o site e deixaram lá, como se os visitantes e compradores fossem aparecer de forma mágica. Quando isso não aconteceu, se decepcionaram e passaram a acreditar que, na verdade, isso não funcionava tanto assim quanto diziam.

Mas por outro lado, existem empresas que até fecharam suas lojas físicas, a final, a sua loja virtual deu tão certo, e os custos são tão menores, que passou a não valer mais apenas manter uma estrutura física.

A verdade é que na vida nada vem de mão beijada. Nada é muito fácil. Ninguém ganha uma montanha de dinheiro de uma hora pra outra sem mais nem menos. Na internet é da mesma forma. Assim como numa loja física, uma loja virtual precisa de visitas, audiência, do contrário ninguém vai saber que aquela loja existe.

Então, o segredo para uma loja virtual vender é: audiência. E como conseguir isso? É o que veremos a seguir.

Em primeiro lugar você precisa entender quem é seu cliente. Aonde ele está? Que redes sociais mais acessa? Que linguagem ele conversa? Não adianta nada você encher de visitas seu site, com pessoas que não estão nem aí para o seu produto ou serviço. Curiosos são dispensáveis. Você precisa colocar no seu site, possíveis clientes. Então, comece por essa base. Quem é seu cliente ideal? Isso irá ajudar muito o planejamento dos próximos passos.

Depois de ter definido qual é seu cliente ideal e a forma de se comunicar com ele, você precisa estar nos lugares aonde ele está. Por exemplo, se ele usa o Instagram, você precisa estar lá, se ele usa o Linkedin ou Facebook, você precisa utilizar esses canais. Após esse importante passo ser dado, você precisa se comunicar com ele. Criar conteúdo. Não apenas tentar vender. Você precisa oferecer algo que faça com que seu cliente preste a atenção no seu canal e engaje com ele. Seja informação, entretenimento, tudo depende de quem é seu cliente. Depois que ele tiver um relacionamento com a sua marca, aí sim, você poderá vender. Se você trabalhar bem com as redes sociais, a chance de vender é muito maior. Faça um planejamento e crie anúncios nessas redes. Cada estratégia tem um planejamento único que depende de vários fatores, mas é essencial entender que as redes sociais tem papel de protagonismo no comércio virtual.

É importante que você não fique apenas nas suas redes sociais. Utilize os influenciadores que seu público segue. Faça parcerias de divulgação. Alguns cobram um valor, outros você manda algo da sua loja, eles já aceitam divulgar. E o retorno geralmente é muito positivo. É interessantíssimo procurar blogs, páginas, perfis, canais do YouTube, que possuem ligação com o seu público. A chance de crescer é muito maior.

O Google é outro fator imprescindível para seu negócio online. Este, não importando o seu público. Não que você não vá considerar as informações do seu público, mas sim que, independente de quem é, todos utilizam o Google. Se você não está na primeira página do Google, ficará muito difícil te encontrar, e as suas chances de vender são muito menores.

Então, como ficar bem posicionado no Google? Existem duas formas, uma de longo prazo e outra de curto prazo. Ambas muito importantes. Google SEO e Adwords.

No Google SEO, é preciso fazer um planejamento de palavras-chave que serão estratégicas para que seu site esteja nas primeiras páginas do Google. Você deve entrar em contato com o desenvolvedor da sua loja e pedir isso. Caso ele não ofereça esse serviço, você precisa contratar alguém para implementar essa estratégia, antes do site ser desenvolvido. A partir desse planejamento que se deve começar a desenvolver a ferramenta.

No Google Adwords, você irá investir um valor X, de acordo com o planejamento e a sua verba disponível, para que seu site apareça no Google, nos links patrocinados. Você vai pagar por cliques que receber no site. Existem dois lugares aonde o seu link patrocinado irá aparecer na página de pesquisa. No topo, ou em baixo no rodapé da página. Minha recomendação é que sempre coloque seus links no topo, porque mesmo que seja mais caro, a probabilidade de ser visto é muito maior.

Utilizando esses conceitos você irá atrair tráfego para a sua loja, e consequentemente irá vender muito mais. Lembre-se do que foi dito no início. Você precisa de visitas no seu site.

A importância de um E-commerce para uma loja física é muito grande. Existem empresas que estão fechando seus pontos físicos, para se dedicarem unicamente para o seu negócio virtual. Mas tudo isso só é possível, se for utilizada a estratégia correta.

Para quem não tem loja nenhuma e deseja começar do zero no meio virtual as possibilidades são infinitas, e cada vez mais os custos são menores, se comparado a uma loja física.

Então, vale sim a pena ter uma loja virtual. Desde que tudo seja planejado da forma correta, não esperando milagres.

Gostou?
Compartilhe